domingo, 1 de dezembro de 2013


"Não sei por que, mas não gosto de gente falante, externamente identificada, histericamente feliz. Elas, me parece, estão sempre escondendo algo assustador enquanto estão aí, romanceando a própria melancolia e solidão."

Nenhum comentário:

Postar um comentário