sábado, 13 de abril de 2013

Eu sou e antes de pertencer ao cotidiano, sou do meu silêncio, do meu tempo e do afeto que me destinei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário