domingo, 18 de novembro de 2012

Sabe do que eu sinto saudade? Do teu sorriso de manhã e do quarto tão desarrumado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário