domingo, 19 de agosto de 2012


"Amo tudo que afunda a cara na lama da vida crua e consegue arrancar o belo desse mergulho."

CFA in Caderno 2, OESP, 5 de agosto de 1987


Nenhum comentário:

Postar um comentário