sábado, 21 de abril de 2012


Lembra o tempo que você sentia,
e sentir era a forma mais sábia de saber, e você nem sabia?

Um comentário:

  1. Estou passando para dizer que suas palavras são como favo de mel....goteja sabedoria....naquilo que diz: Desejo que continue a nos dar alegrias com tuas sabias palavras....Palavras as quais sempre trazem por si um aprendizado daquilo que diz...E na formosura e na simplicidade das tuas elaboradas escritas vai sempre um pedacinho de você...era como se nos desce parte do seu coração que carrega teus mais puros sentimentos de mulher na qual foste tu criada na sua mais pura sinceridade e na sua fragelidade naquilo que foste formada de maneira honrosa .
    Eu vim de longe, de tão longe, que somente o teu coração pode alcançar essa distância e este sorriso que o amanhã me pedir para te dar.
    Compreendo a tua surpresa diante do que eu te digo. Porém, qual surpresa poderá ser melhor do que o vale encantado que eu trouxe para ti?
    Sim, bem sei que a tuas saudades são maiores do que o encontro de todas as tuas melhores circunstâncias. Mas a saudade tem isso de sempre ser maior do que temos no presente. Porque toda saudade é incompleta por si mesma.
    Porém... Do que te vale mais recordar do que viver? Mais desejar completar a tua saudade do que preencher os teus dias com novas oportunidades?
    Tu me dizes que não as têm? Abraço-te com meu carinho e solidarizo-me contigo...
    Eu também vim de longe para me encantar com suas lindas e sábias palavras que alcançaram meu coração.
    Obrigada grande poeta. Adorei vir aqui e me deslumbrei com as maravilhas de suas inspiração. Tomei a liberdade em postar este comentário em teu blog... Um grande abraço! E um carinhoso beijo.... HTTP://www.uanderesuascronicas.blogspot.com
    CONVIDO-A A FZER PARTE DO MEU BLOG... JA ESTOU TE SEGUINDO...

    ResponderExcluir