terça-feira, 13 de março de 2012

Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados… Difícil é sentir a energia que é transmitida. Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário