quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012



Ahh, vinha testando minha paciência com você e isso já faz um tempo, e hoje eu decido que cansei de correr atrás de uma conversa mil vezes negada por você e seus milhões de motivos. Não vejo dificuldade em dizer:- Não quero falar contigo. Por que ficar enrolando, e dizendo amanhã, amanhã, se esse amanhã não chega? Todas as pessoas cansam de esperar.
Me sinto enfadada de tanto insistir, não está fazendo bem pra mim. E como você vive à fugir de mim, percebo ainda mais que não preciso insistir. Não sem o que me resta fazer em relação ao que vivemos, talvez só guardar aqui no mais fundo do meu ser, pra ver se consigo esquecer. Como nos enganamos com as pessoas, não é? Sempre achei que estava convivendo com um alguém de verdade, uma pessoa da alma, mas, percebo que toda a essência que você me repassava se perdeu em meio às dificuldades, e como isso entristece-me, porém, creio que já fiz minha parte, até já pedi para encontrar sua essência outra vez, mas sua armadura ainda prevalece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário