sábado, 28 de janeiro de 2012


Quero fugir do que não é de mim. Quero me livrar do que não me pertence. E me pertencer. Inteira. Profunda. De mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário