quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Espero que você leia...



E dá aquela saudade cheia de cor e brilho, onde as lembranças se mostram nítidas, o coração se enche de falta e o ar fica cheio do seu perfume; os lábios sorriem involuntariamente ao lembrar de cada risada e de cada beijo dado, a vida se enche de falta do calor do abraço, falta de cada palavra ao pé do ouvido. Ao longe, se toca aquele música, a que mais marcou e minha mente revive sozinha, no silêncio do meu quarto, momentos já passados e quem sabe até esquecidos, porém, lembrados fielmente por uma alma que transborda de tanta saudade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário