domingo, 8 de janeiro de 2012



Eu me irrito com facilidade, e o que mais me irrita é sua ausência. Falta de seu abraço forte, seu cheiro doce, seu sorriso sincero, seu olhar terno. Falta de nossas conversas, das ligações, das mensagens, falta dos apelidos bobos, falta de perder tempo com você. Falta dos bons momentos juntos, falta de cada palavra trocada, falta das lágrimas caídas ao seu lado. Falta do mundo bonito que você me mostrou, falta da ansiedade de te ver. Uma grande falta, um grande vazio, que foi deixado por você que jurou nunca me abandonar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário