quarta-feira, 28 de setembro de 2011



O mundo fica mais bonito quando a gente carrega coisas boas no peito.
Pessoas muitas vezes brincam, pisam, machucam os sentimentos alheios, sem se importar com o amanhã. Porém, se passam segundos, minutos, horas, dias... e os sorrisos que eram dados ao receber migalhas de carinho não brotam mais na face, a corrida atrás daquele que te pisava já não é mais dada, amar é agora questão de sobrevivência, mas não amar quem te fez sofrer e sim, amar a si próprio e quando passamos a nos amar percebemos que de restos ninguém vive, que migalhas não são amor.


Eu não quero viver pra morrer de saudade ♫ (Nando Reis - E tudo mais)

Sentir saudade é ter a ausência sempre do seu lado. É mudar radicalmente a rotina, comer mais salada e menos sorvete, frequentar lugares esquisitos, ter dias mais compridos, ter tempo para os amigos, para o vizinho e para a iguana do vizinho. A saudade é a inconfortável expectativa de um reencontro.

Às vezes a saudade é tão grande que nem é mais um sentimento. A gente é saudade. É viver para encontrar o olhar da pessoa em cada improvável esquina, confundir cabelos, bocas e perfumes, sorrir com os lábios tendo o coração sufocado. Porque mesmo a saudade sendo feita para doer, às vezes percebemos que ela é o meio mais eficaz de enxergar o quanto amamos alguém, no passado ou no presente.





Você tem um cigarro?

— Estou tentando parar de fumar.


— Eu também. Mas queria ter uma coisa nas mãos agora.


— Você tem uma coisa nas mãos agora.


— Eu?


— Eu.




terça-feira, 27 de setembro de 2011



Namoro é teste, é amostra, é ensaio, e por isso a dedicação é intensa, a sedução é ininterrupta, os minutos são contados, os meses são comemorados, a vontade de surpreender não cessa — e é a única relação que dá o devido espaço para a saudade, que é fermento e afrodisíaco. Depois de passar os dias se vendo só de vez em quando, viajar para um fim de semana juntos vira o céu na Terra: nunca uma sexta-feira nasce tão aguardada, nunca uma segunda-feira é enfrentada com tanta leveza.




Quando não quero me machucar, você me telefona no meio da noite.

domingo, 25 de setembro de 2011




Há um silêncio dentro de mim. E esse silêncio tem sido a fonte de minhas palavras.


"Não é sono, não é falta de tempo, não é dor física, muito menos depressão. Só vontade de me desligar do mundo por alguns segundos." 

Novo selo!


Ganhei este selinho da Juliana, do blog: http://alive23.blogspot.com/

Indico:

Regrinhas:
-  Postar o selo em seu blog;
-  Citar o blog de quem te indicou;
-  Indicar para os blogs preferidos de vocês!

sábado, 24 de setembro de 2011

Minha Fortaleza!


Mãe, hoje é o seu dia, e nesse dia te agradeço por tudo que me fez, a pessoa que sou hoje devo totalmente a sua enorme dedicação. Que Jesus ilumine mais e mais sua vida, dê muita paz e saúde. Obrigada por ser a minha mãe, amiga, irmã, pai, fortaleza,enfim, obrigada por ser a minha vida, te amo!

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

"... Recolher-me é obra que faço por Deus.
Estou em reformas. Deus o sabe. Ele é que tirou a primeira pedra. Tirou. Não atirou.
Deus não sabe atirar. Prefere tirar. Eu deixo. Sou Dele. Quero ser sempre mais. Em partes, pra ser todo.
Ele me devolve a cada dia. Eu também. Lição de casa que faço com gosto.
Vez ou outra Ele me olha nos olhos e me dita poemas. Fico tão encantada que até esqueço as palavras.
Ele manda eu prestar atenção. Digo que não sei. Ele ri de mim. "Poetas são todos iguais"
- conclui enquanto mexe no meu cabelo. Eu o vejo de perto, bem de perto.
Por vezes sinto o desejo de lhe pedir o impossível, mas aí me falta coragem.
Aí peço que me dê só o necessário. Ele me surpreende com medidas que não mereço.
Fico muda, sem saber dizer. Ele me socorre com seu sorriso."

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Diego Lima


Hoje, 22 de setembro você estaria comemorando os seus 19 anos, mas a vida nos prega peças e já não temos mais você por aqui, porém todo o carinho que criei e te dediquei permanece vivo. Então, meu Negô Lindo, quero dizer que sempre vou lembrar de sua amizade e dizer que nunca esquecerei de nossas conversas, enfim, te amo, meu amigo!!

Não sei por que você se foi, tantas saudades eu senti ♫

Amar é cansar-se de estar só: é uma covardia portanto, e uma traição a nós próprios (importa soberanamente que não amemos).
Perdi o gosto bom das coisas, ela disse no começo da manhã. Fiquei pouco atônita, pouco pensativa, como assim? Perdi, ela disse. No final do dia, depois de horas de trabalho, alguma desilusão, dor nas costas por passar mais de oito horas sentada, o corpo doido por uma água morna, os pés implorando uma pantufa cheia de aconchego, a barriga pedindo por favor uma comida boa e honesta, o coração pulando em busca de um porto, eu entendo. Entendo o gosto dilacerado ou perdido ao longo do dia. Mas uma manhã como essa, pura e nova e fresca e tão azul, de um azul bonito e quente, um azul vivo e limpo, não sei.

E dizem que a solidão até que me cai bem ♫


...Que minha solidão me sirva de companhia.
que eu tenha a coragem de me enfrentar.
que eu saiba ficar com o nada
e mesmo assim me sentir
como se estivesse plena de tudo.

[Título: Maurício - Legião Urbana (Renato Russo) ]

quarta-feira, 21 de setembro de 2011



Tornar o amor real é expulsa-lo de você pra que ele possa ser de alguém ♫




A felicidade sempre chega perto de mim, mas nunca olha na minha cara.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Cuide-se como se você fosse de ouro.


"Amigar-se consigo também passa pelo que muitos chamam de egoísmo, mas será? Se você faz algo de bom para si próprio estará automaticamente fazendo mal para os outros? Ora. Faça o bem para si e acredite: ninguém vai se chatear com isso. Negue-se a participar de coisas em que não acredita ou que simplesmente o aborrecem. Presenteie-se com boa música, bons livros e boas conversas. Não troque sua paz por encenação. Não faça nada que o desagrade só para agradar aos outros." 


[Título: Clarice Lispector]


Pessoas vivem cheias de compromissos, andam com pressa, não cumprimentam, descontam a raiva em quem menos merece, cada um corre atrás do sucesso da forma que pode, mas muitos esquecem que o amor verdadeiro não depende disso, e sim da simplicidade que a vida tem a nos oferecer.


domingo, 18 de setembro de 2011

“Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra, o teu me chamará para fora da toca, como se fosse música”.


sábado, 17 de setembro de 2011

Vamos dividir o sonho?!

Rogamos a Deus para mandar de presente um amor sublime, mas esquecemos que o amor e a felicidade se encontra nos detalhes. Um sorriso que deixa o dia mais florido, uma música que faz a alma vibrar, até mesmo uma carta ou telefonema. Em um final de tarde por der apreciar a partida do sol, o aparecimento da primeira estrela, apreciar a lua que ilumina nossos horizontes, sentir o vento em nosso rosto e lembrar de um sussurro carinhoso. Aquele que renova as suas esperanças a cada amanhecer faz de sua vida um bela história, ditada pela harmonia. Feliz daquele que tem um amigo pra compartilhar tristezas e alegrias, um motivo para sorrir, alguém para amar e crê no amanhã!



sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Mudei de dentro de mim para dentro de mim, outra vez.





Você é e deixa de ser com o passar do tempo, com as pancadas da vida, com as atitudes de quem você pensava te entender. Em meu emaranhado de sentimentos, angústias, medos, e carências vejo como modifiquei meu caráter, antes eu "gostava" de, porém hoje,apenas tolero algumas pessoas, meu ciclo de amizade está bem mais restrito, posso dizer que hoje sou mais seletiva. Carrego dentro de mim uma alma sincera de cor alaranjada. E posso afirmar com plena certeza: Endureci após tanto apanhar.




quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Estou só e sonho saudade.

Depois de mais de cem dias em greve, hoje retomo minha rotina habitual, retorno a vida acadêmica (Letras Espanhol -UERN), e devido ao momento estou cheia de ânsia e saudade, por isso hoje resolvi postar sobre a saudade, mas sim uma saudade bonita!


(Letras Espanhol 2010.1)

Eu tenho saudade de mil coisas e todas essas mil coisas sempre caem na mesma única coisa de que eu tenho tanta saudade.
Eu tenho saudade de tudo.
Não é um sentimento egoísta e muito menos possessivo. É apenas uma saudadezinha. Gostosa, tranqüila, bonita, saudável, de longe.

[Título: Fernando Pessoa; Texto: Tati Bernardi]

quarta-feira, 14 de setembro de 2011



Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: o Amor.

terça-feira, 13 de setembro de 2011



Eu tenho uma espécie de dever, dever de sonhar, de sonhar sempre, pois sendo mais do que um espetáculo de mim mesmo, eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso.
E, assim, me construo a ouro e sedas, em salas supostas, invento palco, cenário para viver o meu sonho entre luzes brandas e músicas invisíveis.


“O curioso é que todo mundo ‘fica’, mas ninguém fica. Só vai, depois de um tempo pré-estabelecido. Período este que não encoraja ninguém a chamar o envolvimento de história. Bem menos de amor.”

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Aniversário do Mestre!


Hoje é comemorado o dia do eterno Caio (12/09/1948), grande escritor. Usando as próprias palavras dele deixo aqui "Todo a minha saudade e o meu amor de sempre."

domingo, 11 de setembro de 2011



“Um dia você vai encontrar alguém
que te lembre todos os dias que...               
 A vida é feita para ser vivida.” 

sábado, 10 de setembro de 2011



Aqueles que dizem que não penso no futuro, revelam apenas um dom frustrado de profeta. Faço o que quero, quando quero e porque quero!



"Despedir-se de um amor é despedir-se de si mesmo. É o arremate de uma história que terminou,
externamente, sem nossa concordância, mas que precisa também sair de dentro da gente… E só então a gente poderá amar, de novo."

sexta-feira, 9 de setembro de 2011



"Eu tenho sono e já não posso mais dormir. Eu tenho ânsia, não consigo mais comer. Eu tenho medo e já não quero mais.



Meus pés perderam a função básica de equilibrar meu corpo na minha existência. Não diria que a culpa é física porque fui em quem sobrecarreguei minha mente e me tornei incapaz de responder sobriamente por um "tudo bem?". Isso pesa. É pesado saber que não está nada bem.


Eu percebo no espelho que meu sorriso não chega aos olhos. Eu posso enganar a todos, posso até me enganar. Mas é de noite que eu me revelo como sou: sozinha. " 

Momento Tênia (Solitária)



Momentos de solidão venho vivendo, na verdade não acho  tão ruim como a maioria das pessoas consideram, até já me acostumei a ser sozinha, pois creio que eu estando sozinha comigo irei me deparar com o meu "EU" que anda perdido a muito tempo. Enfim, encaro a solidão como uma busca por si!

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Da Utopia


Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!

Ternura

Eu te peço perdão por te amar de repente
Embora o meu amor
seja uma velha canção nos teus ouvidos
Das horas que passei à sombra dos teus gestos
Bebendo em tua boca o perfume dos sorrisos
Das noites que vivi acalentando
Pela graça indizível
dos teus passos eternamente fugindo
Trago a doçura
dos que aceitam melancolicamente.
E posso te dizer
que o grande afeto que te deixo
Não traz o exaspero das lágrimas
nem a fascinação das promessas
Nem as misteriosas palavras
dos véus da alma...
É um sossego, uma unção,
um transbordamento de carícias
E só te pede que te repouses quieta,
muito quieta
E deixes que as mãos cálidas da noite
encontrem sem fatalidade
o olhar estático da aurora.

Sempre é preciso...





É preciso sofrer depois de ter sofrido, e amar, e mais amar, depois de ter amado.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Pessoas com dom de fazer feliz!

Há pessoas que transmitem com um olhar um mar de harmonia, com um sorriso fazem a alma transbordar de tanta felicidade, e um abraço mostra como é bom estar vivo, aquela palavra doce faz seu dia melhorar por duas semanas inteiras, isso mesmo, tem gente que tem cheiro de carinho, sorriso de criança feliz e tem a alma colorida, bordada com um misto de cores e tecida pelo encanto.


quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Por favor



"Quero te conhecer menos, mexer menos em teus objetos, em tuas gavetas, em tuas roupas.Que seja dispensado das cartas, do que levas na bolsa, de teus filmes prediletos, de teus diários, de teus pentes, de tuas jóias em estojo de diploma, de teu escapulário da primeira comunhão, de teus blusões em fila dupla, de teus varais com as roupas ao avesso, de tuas superstições de consultar as portas de noite, de tua fobia em atender telefone, de tua ânsia em me contar as novidades, de tua loucura em me agüentar, de tua sabedoria em me acalmar, de tua facilidade em se dividir com as amigas, de tua coleção de brincos quebrados, dos álbuns de fotografias em ordem cronológica, dos clipes emendados uns nos outros no computador, dos bilhetes amarelos na geladeira, de tua compulsão em comprar presentes, de tua mania de consultar o horóscopo, dos teus quindins, de tua mania em dormir enroscada, de salgar a comida um pouco mais do que se deveria.

Não me mande mais nada. Não me dê lembranças, músicas, poemas, sapatos, isqueiros, não quero juntar esmolas de tuas coisas, não quero fazer um santuário de tuas coisas, não quero encaixotar tuas coisas, não
quero peregrinar as mãos em tuas coisas como se fosse tua mão esperando na mesa. Minha mão ossuda depende de tua pele para respirar folgas.
Tiras proveito da consciência que vou formando de ti enquanto me desinformo do mundo. Não desejo descobrir o que tocaste senão amarei muito mais do que se tivesse tocado. Não me fales "gosto daquilo" que já estarei gostando junto. Evite comentários.
Não me digas "vamos naquele restaurante" que será mais um lugar para te esperar. Não inventes deitar na grama no domingo que o sol grudará nos dentes.
Não narres aos ouvidos da cama o que podemos sentir.
Não ponhas trilha no celular, não troques as almofadas, não escolhas as toalhas e os lençóis, controla essa mania de se espalhar por tudo, de botar teu cheiro por dentro de minha boca.
Não abras mais o leite sem romper o lacre, não deixes a gaveta entreaberta, a torneira entreaberta, meu corpo entreaberto. Não reclames do que não fiz, que farei de novo para chamar tua atenção.
Não arrumes minha gravata, que me acostumarei a pedir conselhos. Não arrumes minha gola que o vento é mesmo enviesado. Quero te conhecer menos para não sofrer depois tanto tua perda.
Mas deveria ter dito isso antes."