sexta-feira, 18 de novembro de 2011


Eu quero um punhado de estrelas maduras. Eu quero a doçura do verbo viver.



2 comentários:

  1. Caio Fernando de Abreu sempre brincou e nos brindou com as palavras! Adorei!

    Abração,

    Rodrigo Davel

    ResponderExcluir