sábado, 12 de novembro de 2011



Amor é uma injustiça, minha filha.
Uma monstruosidade.
Você mentirá várias vezes que nunca 
amará ele de novo e sempre amará, 
absolutamente porque não tem 
nenhum controle sobre o amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário