sábado, 1 de outubro de 2011

‎''Amor picadinho, claro, amor bêbado, amor de fim de noite, amor de esquina, amor com grana, amor com fissura, chato nos pentelhos e doença, nas madrugadas de sábado desta cidade que você não conhece nem vai conhecer. De qualquer jeito amor, Dudu, embora não mate a sede da gente. Amor aos montes, por todos os cantos, banheiros e esquinas.''

(Caio F. Abreu, in: — Uma Praiazinha De Areia Bem Clara, Ali, Na Beira Da Sanga)

Nenhum comentário:

Postar um comentário