quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Pessoas muitas vezes brincam, pisam, machucam os sentimentos alheios, sem se importar com o amanhã. Porém, se passam segundos, minutos, horas, dias... e os sorrisos que eram dados ao receber migalhas de carinho não brotam mais na face, a corrida atrás daquele que te pisava já não é mais dada, amar é agora questão de sobrevivência, mas não amar quem te fez sofrer e sim, amar a si próprio e quando passamos a nos amar percebemos que de restos ninguém vive, que migalhas não são amor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário