domingo, 31 de julho de 2011

Novamente...

Por que perdemos o equilíbrio diante daquele que tanto brincou com nosso mais nobre sentimento, o amor?!
Talvez, por que no fundo da alma, há um fio de esperança... Esperança que seja diferente e sincero, e nos agarramos a este fio, ficamos pendurados balançado, mal nos damos conta que há alguém que irá nos erguer se cairmos, e por mais duro que seja, muitas vezes sabemos que é certo cair.

Nenhum comentário:

Postar um comentário