quarta-feira, 6 de julho de 2011


Aos poucos a gente vai mudando o foco. E o lugar nem te
acrescenta mais, você começa a precisar de outros lugares. E de outras pessoas.
E de bebidas mais fortes. Nem pensa. Vai indo junto com as coisas. E eu só
preciso de alguns abraços queridos, a companhia suave, bate-papos que me façam
sorrir, algum nível de embriaguez e a sincronicidade.
Tenho a impressão que a vida, as coisas foram me
levando. Levando em frente, levando embora, levando aos trancos, de qualquer
jeito. Sem se importarem se eu não queria mais ir. Agora olho em volta e não
tenho certeza se gostaria mesmo de estar aqui.
E se me perguntarem como estou, eis a resposta:
Estou indo. Sem muita bagagem. Pesos desnecessários causam sempre dores
desnecessárias. Esvaziei a mala, olhei no fundo dela, limpei, e estou indo ...
preenche-la com coisas novas. Sensações novas, situações novas, pessoas novas.
Tudo novo ! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário