quarta-feira, 6 de julho de 2011

Erga-se!

Mais uma vez banco a boba e uso essa arma letal contra mim mesma, o celular... Uma ligação, sem retorno, duas ligações, consigo o que queria, mas em meio a uma conversa, ouço: - Não liguei por que estava esperando você! Fala sério, quando se quer algo, quando se deseja algo, esperamos que caia do céu em nossa casa e ainda venha com um lacinho?! Claro que não, se queremos mesmo, vamos buscar, procuramos até achar, damos nossa cara a tapa, ou seja, a mesma coisa que eu fiz, mas em meu caso dei meu ouvido as palavras independetemente que fossem boas ou ruins, e essas palavras não soaram como a voz do Jorge Versillo ao pé do ouvido... Mais uma vez ferida, mais uma vez correndo atrás, que sina essa minha, sempre sou a pessoa que namora por dois, que leva o maior fardo, mas há um pequeno detalhe que faz uma certa diferença, dessa vez estou sendo a tola solteira, é isso mesmo, não liguei pra saber da vida do namorado, foi bem pior, liguei pra saber da vida do ex, sei que um dia eu aprendo. Esse ex mecheu muito comigo, e é perceptível que ainda meche. Ele tem me ligado diariamente, mas em nossa última conversa pedi para ele não ligar mais, e não é que ele obedeceu, eu que fugi da regra, da minha regra, e liguei. Depois de nosso fim ele me faz promessas, não juras de amor eterno, e sim promessas do tipo: - Vou melhorar, deixar de beber, estudar mais. Coisa que uma tola quer ouvir, e essas palavras me revigoravam a alma. Um dia eu desabafo com ele, falo que sinto medo de voltar e ele não fazer, então, primeiro choque de realidade, ele me olha e diz: - Eu também tenho esse medo! Puxa, era tudo que eu não queria ouvir, e hoje o segundo choque de realidade: - estou vendo o jogo com os amigos e bebendo! E um detalhe, em meio as promessas ele me disse que ia deixar de beber...
Mas,é assim que se vive, que se aprende, que se cresce e se edifica, e edificar-se sobre suas próprias tolices, quedas e derrotas é bom, pois assim dá para construir uma base e firmar-se sobre a mesma e além disso não vamos repetir os erros passados. A cada amanhacer se renovam as esperanças, a cada dia a vida recomeça, a cada dia temos a chance de construir um alicerce e acima dele contruir um castelo, e sentar-se na torre mais alta tomando um coquetel e pensar que bobagem preocupar-me com alguém que nada fez para merecer seu sorriso e que dirá suas lágrimas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário